atendimento@revistacanavieiros.com.br (16) 3946-3300

Como funcionará

01/06/2020 Noticias do Sistema POR: Marino Guerra

Plataforma online será a base de sustentação do evento

Foco é na manutenção dos bons negócios e divulgação de tecnologia

A evolução sempre foi um marco nos 15 anos de vida do Agronegócios Copercana, nascida pequena, mas sabendo desde cedo sua real vocação, todos os anos seus números, seja volume de negócios ou quantidade de tecnologias apresentada, foram crescendo, fazendo da feira um dos principais eventos agrícolas da cadeia sucroenergética.

E a edição de 2020, online devido à situação gerada pela pandemia do novo coronavírus, está desenhada para manter vivo o legado de sua existência, o que acontecerá graças à expertise da Copercana em fazer aquilo que é sua razão de existir.

Assim, sua estrutura será dividida em dois pontos, a plataforma online e o atendimento presencial nas Lojas de Ferragens e outros locais pré-definidos.

Através do desenvolvimento de um robusto portal, os participantes poderão conhecer o que há de mais novo em termos de tecnologia, com a presença de novos e tradicionais expositores dos setores de insumos, máquinas e implementos, que farão da tela dos celulares e computadores numa verdadeira vitrine de soluções através da publicação de textos, imagens, vídeos e também da presença, de alguns, nas tão em moda “lives”.

Na plataforma, os produtores cooperados poderão concorrer a prêmios ao longo do evento fazendo apenas um cadastro. As empresas expositoras também poderão realizar ações que serão amplamente divulgadas no momento que forem definidas.

Nela também está sendo desenvolvido um rico material que será disponibilizado através de seminários gravados (webinars), vídeos contando cases de sucesso de produtores rurais e publicação de amplo noticiário e artigos técnicos abordando as culturas canavieira, de soja e amendoim por diversos ângulos diferentes.

A troca de informação entre representantes da cooperativa, cooperados e fornecedores, que geralmente acontece nas rodinhas que se formam ao longo da feira, é o maior prejuízo da edição online, contudo está sendo desenvolvida uma ferramenta de transmissão que com certeza será muito importante para a troca de conhecimento entre todos, inclusive posteriormente ao período da feira

Segundo a gestora da Acme (Assessoria de Comunicação, Marketing e Eventos) da Copercana, Carla Rossini, a plataforma funcionará como se o produtor rural andasse pelos corredores do Centro de Eventos: “Ao navegar, o cooperado conseguirá acessar as páginas de cada marca como se estivesse dentro de seu estande, ele poderá também interagir nos diversos eventos online que estarão disponibilizados durante os dias da feira”.

O segundo braço do evento, o físico, como já dito anteriormente, acontecerá nas 22 Loja de Ferragens da rede, no escritório de Uberaba e na Uname 1 (localizada em Sertãozinho, no entroncamento das rodovias Carlos Tonani, Atílio Balbo, Armando de Sales Oliveira e Albano Bacega).

Os cooperados de Viradouro poderão se reunir com o agrônomo na filial de Pitangueiras, enquanto que os participantes do Projeto Amendoim da região da Herculândia realizarão suas compras através do contato virtual com os agrônomos da área (Edgard Matrangolo Junior e Thiago Zarinello). 

As duas principais ações serão o atendimento agronômico aos cooperados e a venda de artigos voltados à operação rural com preços diferenciados, é válido lembrar que as negociações de máquinas e implementos acontecerão na Uname I.

As questões sanitárias foram todas pensadas e serão seguidas conforme os protocolos de saúde de cada cidade, inclusive, os agrônomos atenderão através de agendamento prévio, feito com as respectivas secretárias, também será possível a comunicação via telefone e aplicativos de conversa digital (WhatsApp).

É claro que a feira deste ano perderá toda confraternização entre cooperados, seus funcionários, os profissionais da Copercana e os parceiros/fornecedores. Infelizmente ficará para 2021 a troca de experiências tão valiosas que acontecem nas rodinhas de conversa que se formam ao longo do evento.

Porém, olhando pelo lado positivo, com certeza a tecnologia desenvolvida e aplicada vai agregar muito, principalmente na questão de mobilidade e transmissão mais ágil de conhecimento, no relacionamento entre fornecedores, cooperativas e cooperados.

Então, o melhor a se fazer é aproveitar todos os recursos disponíveis porque o que nunca mudará é o fato de sempre haver as melhores oportunidades de negócios.

Leia mais sobre o Agronegócios Copercana clicando no link abaixo:

Vai ter Agronegócios Copercana!

Entrevista com Francisco Urenha